4 métricas chaves para qualquer negócio digital

4 métricas chaves para qualquer negócio digital

Se você está começando um negócio agora esse artigo pode ser um excelente ponto de partida para começar do jeito certo.  Se você já tem um negócio e as vezes se sente meio perdido, ele pode servir para te ajudar a definir suas prioridade e focar no que realmente importa. Usar indicadores e métricas não é só a melhor forma de você conduzir um negócio mas sim a ÚNICA forma de você ter um negócio de sucesso, e se isso é uma verdade para qualquer negócio, ignorar essa verdade pode ser mortal para um negócio digital. MAS ANTES DE TUDO, VOCÊ SABE O QUE É UM INDICADOR ? Um indicador é uma medida estatística, usada para traduzir de forma quantitativa um conceito geralmente abstrato.  Nos negócios ele é usado para medir o desempenho de um determinado processo e por isso um indicador é resultado de uma ação gerencial.  Um indicador tem dono (tem um único responsável) e pode ser controlado. INDICADOR É IGUAL A MÉTRICA? Não, e essa é uma confusão comum, mas enquanto a métrica representa um valor bruto, um indicador representa um fator de uma equação, por exemplo: Visitantes de um site é uma MÉTRICA, já o percentual de pessoas que depois de visitarem esse site se cadastram na página é um INDICADOR. Métricas e indicadores possuem aplicações distintas no negócio.  Veja um outro exemplo:  Métricas: Tempo de permanência em site Quantidade de visitas  Indicadores: Taxa de rejeição Porcentagem de novos visitantes Os indicadores são importantes pois podem nos proporcionar COMPARAR por exemplo o desempenho de negócios ou de ações semelhantes. AGORA VAMOS LÁ… . 1 –...
Dica de 1 Milhão – Como conseguir o que quiser

Dica de 1 Milhão – Como conseguir o que quiser

A dica de hoje é sobre como você pode conseguir o que quiser, seja sobre a sua vida ou seu negócio Essa dica “caiu” para mim há alguns anos, na época em que houve uma crise econômica muito grande aqui no Brasil, e durante essa crise, as empresas reduziram muito a sua capacidade de fabricação porque as pessoas estavam comprando muito pouco, consequentemente, as indústrias estavam produzindo muito pouco Com essa pouca produção, elas estavam faturando muito pouco e a única maneira de não fecharem as portas era fazendo demissões em massa, principalmente em áreas industrias como São Paulo Eu me lembro muito bem que fui visitar Campinas nessa crise,  eu andava e via filas e filas de pessoas sendo demitidas ali, era realmente uma coisa muito triste Enfim, nessa mesma época eu fui fazer uma consultoria para uma grande empresa aqui no Brasil, uma multinacional, Era uma multinacional que fornecia o produto dela pra outras indústrias e se os clientes dela estavam parando de fabricar, consequentemente, isso estava afetando essa minha cliente diretamente Eu fui participar de uma reunião, era uma reunião com o vice-presidente dessa empresa, eu lembro dele falando que a empresa dele estava numa crise e que ele tinha duas opções: ou ele fazia igual as outras empresas e mandava pessoas embora ou ele tentava por um outro caminho que era manter o fatoramento através do aumento dos preços Só que naquele momento, aquilo parecia algo como um suicídio. Imagina, no momento de crise, todos os concorrente daquela empresa estavam dando descontos, aumentando os prazos, enfim, estavam fazendo coisas para se manter ali E esse...
O porquê de ter um mentor

O porquê de ter um mentor

Hoje quero dar uma dica para você de uma coisa que durante muitas vezes fez a diferença na minha vida. Essa dica ficou clara para mim a muitos anos atrás, quando eu comecei a trabalhar com vendas Eu estava tentando fazer muitas coisas novas para conseguir, mas não conseguia, fiquei dois meses sem conseguir fazer uma venda. Houve uma coisa que realmente fez muita diferença para mim naquele momento e eu posso dizer que fundamental para que dois meses depois, eu passasse a ser um dos campeões de vendas daquele empresa onde eu trabalhava e muita coisa se abriu para mim a partir daí, que foi escolher um mentor No meu caso foi uma mentora, uma senhora e ela tinha por volta de 70 anos, ela tinha sido durante 35 anos, diretora de vendas de uma das maiores empresas do mundo. Ela era uma velhinha, baixinha, descendente de índios, muito inteligente e que estava sempre de bom humor. Sabe aquelas senhoras que quando começam a agir, você sente uma presença de espirito? Ela era assim. Essa velhinha chamava-se Miriam, muito do que eu sei hoje eu devo à ela. Miriam foi uma das mais importantes mentoras desde que eu comecei a pensar em ter negócios Muitas vezes na minha vida, quando eu estava naqueles momentos em que eu tentava vender e não conseguia, eu pensava em desistir e a Miriam fala para mim assim: – Olha Sandro, você pode até desistir, mas desiste depois que você for um campeão. Depois que você for lá, ter resultados, conseguir tudo o que você quiser, aí você pode desistir… Naquele momento desistir...
Dicas de 1 Milhão – Porque você deve ser responsável

Dicas de 1 Milhão – Porque você deve ser responsável

Hoje eu quero falar sobre Responsabilidade… A maioria das pessoas não sabe exatamente o que é ser responsável e uma coisa que aprendi é que você não pode simplesmente colocar a culpa em algo ou alguem, digo isso por experiência própria. Algo que eu observo muito é que todas as pessoas que tem sucesso tem o hábito de chamar para si a responsabilidade das coisas, repare mesmo um capitão de um time de futebol, quando o atacante do seu time não fez o gol ou o zagueiro errou, ele chama pra si a responsabilidade ele sabe que ele tem parte da responsabilidade sobre algo que acontece com o seu time e isso é um comportamento comum de líderes. Há alguns anos atrás em uma empresa que eu dirigia e que tinha muitas vendedoras, uma delas estava sempre chateada porque não conseguia vender o produto, nunca conseguia bater suas metas. Certo dia, essa vendedora estava sentada em um canto, triste,com suas amigas em volta e eu logo pensei que algo grave tivesse acontecido então fui até ela e pedi para suas amigas se afastarem para a gente conversar. Foi quando ela me disse: – Sandro, eu não consigo, as portas da vida estão fechadas para mim. Eu pensei, refleti e respondi à ela: – Olha, Teresa, deixa eu te explica uma coisa, quando a gente nasce, todas as portas do mundo estão fechadas para a gente e só depende de nós se vamos abri-las ou não, cada momento na sua vida, cada momento de dificuldade foi uma porta que você abriu. A partir do momento em que você não assume...