O porquê de ter um mentor

O porquê de ter um mentor
0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Hoje quero dar uma dica para você de uma coisa que durante muitas vezes fez a diferença
na minha vida. Essa dica ficou clara para mim a muitos anos atrás, quando eu comecei a trabalhar com vendas

Eu estava tentando fazer muitas coisas novas para conseguir, mas não conseguia, fiquei dois meses sem conseguir fazer uma venda.

Houve uma coisa que realmente fez muita diferença para mim naquele momento e eu posso dizer que fundamental para que dois meses depois, eu passasse a ser um dos campeões de vendas daquele empresa onde eu trabalhava e muita coisa se abriu para mim a partir daí, que foi escolher um mentor

No meu caso foi uma mentora, uma senhora e ela tinha por volta de 70 anos, ela tinha sido durante 35 anos, diretora de vendas de uma das maiores empresas do mundo. Ela era uma velhinha, baixinha, descendente de índios, muito inteligente e que estava sempre de bom humor. Sabe aquelas senhoras que quando começam a agir, você sente uma presença de espirito? Ela era assim.

Essa velhinha chamava-se Miriam, muito do que eu sei hoje eu devo à ela. Miriam foi uma das mais importantes mentoras desde que eu comecei a pensar em ter negócios

Muitas vezes na minha vida, quando eu estava naqueles momentos em que eu tentava vender e não conseguia, eu pensava em desistir e a Miriam fala para mim assim:

– Olha Sandro, você pode até desistir, mas desiste depois que você for um campeão. Depois que você for lá, ter resultados, conseguir tudo o que você quiser, aí você pode desistir…

Naquele momento desistir para mim era sair daquela empresa e deixar de vender aquele produto e isso eu não conseguia.

Eu hoje em dia posso dizer com toda segurança que se eu não desisti naqueles tempos difíceis foi por causa da Miriam

Todas as vezes que eu chegava desmotivado, que eu não estava aguentando mais aquela situação, quando eu passava por problemas financeiros, eu ouvia a voz da Miriam falando para mim que eu não podia ir embora, que se eu fosse embora eu seria um fracassado, que eu não podia sair como um derrotado e aquilo fazia toda a diferença

Eu me lembro de muitas vezes onde eu decidi que eu não ia desistir, que eu ia fazer aquilo acontecer de uma forma ou de outra, a Miriam era a pessoa para quem eu recorria

No escritório em que eu trabalhava, na época, abria 8 horas da manhã e eu sabia que a Miriam era a primeira pessoa a chegar lá, ela ia às 7. Então eu passei a ir até lá uma hora mais cedo só para ter meia hora conversando com ela e na outra meia hora nós arrumávamos tudo para começar o expediente. E naquela meia hora que nós conversávamos, eu falava com ela dos clientes que eu tinha visitado, o que eu tinha falado para eles, o que eles me respondiam, se eu tinha conseguido cumprir o meu planejamento.

Enfim, eu percebi que dedicar aquela meia hora diariamente para ela, na verdade era uma meia hora que eu estava dedicando para mim mesmo, porque eu estava sempre me cobrando:

– O que é que eu vou falar para a Miriam amanhã?

Ficava na minha cabeça que eu tinha que terminar o meu dia porque eu tinha que falar alguma coisa para ela e eu tinha que mostrar para ela que de alguma forma eu estava no meu caminho, que eu estava melhorando 1% a cada dia.

Essa é a minha dica de hoje, procure um mentor, pode ser seu chefe, pode ser sua mãe, pode ser sua esposa, o importante é que seja alguém que você admire.

Sandro
Sandro San

Estrategista e autor do livro Armadilhas de Vendas e criador do programa Vendedor de 1 Milhão.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×

Comente com Facebook

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Google+ 0 0 Flares ×